Em tempos de gasolina beirando R$5 o litro, é preciso conhecer as melhores dicas para economizar combustível. Este não é um blog automotivo, mas é óbvio que os interessados em descontos sempre se preocupam com economia em qualquer momento da vida.

O PegaDesconto fez para você uma abrangente pesquisa sobre recursos e ações que podem ajudar você na hora de dirigir e abastecer o carro, dando dicas para economizar combustível dividindo-as em 3 fases: compra, condução e manutenção.

Fase 1: compra

Como ver o consumo de um veículo antes de comprá-lo?

Se você alguma vez comprou carro, sabe muito bem o quanto alguns vendedores gostam de mentir quando você pergunta sobre consumo, só para te iludir e conseguir fechar a venda, e se você volta lá depois para reclamar ele põe a culpa no seu jeito de dirigir ou na montadora.

Felizmente, escolher um carro econômico para comprar, seja novo ou usado, ficou bem mais fácil depois que o Inmetro e a Petrobrás começaram a testar todos os veículos vendidos no Brasil e divulgar estes dados publicamente.

O site do PBE (programa brasileiro de etiquetagem), possui uma busca bem simples de fazer e muito interessante que mostra diversos dados sobre veículos a partir de 2009. Veja como é simples pesquisar o consumo de um carro antes de comprá-lo:

  1. Acesse busca do PBE veicular clicando aqui ou instale o aplicativo “Etiquetagem Veicular” no seu smartphone/tablet via Play Store (Android) ou App Store (Apple);
  2. Use as opções para filtrar a marca, ano, modelo, categoria e motor e veja se o carro desejado está na lista;
  3. Se encontrar o carro que deseja vai aparecer uma lista com os modelos testados, se houver mais de 1;
  4. Clique no modelo do carro desejado da lista e uma janela nova vai se abrir com todas as informações sobre o veículo e também alguns recursos interessantes.

Quando você encontra o veículo na tabela e clica em cima do nome/modelo do carro, se abre uma janela semelhante a esta da imagem a seguir:

exemploPbeveicular

 

Ali você encontra, além dos dados de consumo de Etanol e Gasolina, também a quantidade de poluentes que o carro emite e até uma calculadora para você saber quando irá gastar com combustível.

Fase 2: condução

Não adianta muito você comprar um veículo com classificação “A” pelo Inmetro e sair dirigindo como um louco pelas ruas pisando fundo no acelerador o tempo todo. É muito importante você sempre ter em mente que quanto mais rápido acelerar, mais combustível irá gastar, por isso considere estas dicas valiosas na hora de dirigir:

  • quanto maior a velocidade, maior o consumo! Isso acontece porque a medida que seu carro vai mais rápido, a resistência do ar fica maior, e por este motivo aumenta o consumo porque seu carro passa a precisar de mais pressão no pedal do acelerador para manter aquela velocidade. Também por causa da bendita “resistência do ar”, se você prejudicar a aerodinâmica do seu carro, por exemplo, deixando abertas as janelas numa velocidade acima de 60 km/h, vai gastar mais combustível. E usar o ar-condicionado acima de 60km/h gasta menos combustível do que abrir os vidros do carro;
  • o uso do ar-condicionado: todos sabem que o compressor do ar-condicionado usa bastante energia para funcionar, e por este motivo vai consumir combustível. Mas é possível reduzir este consumo aplicando uma película de boa qualidade no veículo, pois quanto mais ela conseguir limitar a passagem de calor de fora para dentro, menos o ar-condicionado precisará trabalhar. Outra dica importante é desligar o ar-condicionado quando você estiver chegando próximo ao seu destino e manter, sempre que possível ao estacionar, o carro na sombra;
  • quanto menos peso, menor o consumo! Quanto mais o carro estiver pesado, mais força precisará usar do motor para se movimentar, e logo consumirá mais combustível para isso. Por isso, evite levar peso extra sem necessidade;
  • start & stop: se puder, compre um veículo com esta tecnologia, que desliga o motor do carro automaticamente em paradas curtas como semáforos fechados. Se não, tenha em mente que ficar parado muito tempo com o motor ligado vai consumir mais combustível, ainda mais se estiver usando o ar-condicionado. No entanto, se o seu carro não possui esta tecnologia nem pense em desligar você mesmo toda vez que parar no semáforo, o resultado disso será o contrário do que deseja, pois aumentará o consumo. Em carros que não tem a tecnologia start & stop, desligar o motor, e voltar a ligá-lo em menos de 2 minutos, vai gastar mais combustível do que deixar ligado, pois o motor não está preparado para “apagar” como um start & stop, e quando você ligar novamente acontecerá todo o processo de explosão na câmara de combustão para injetar combustível e ligar o motor;
  • marcha desengatada em descidas economiza combustível? se você sair perguntando por aí aos motoristas vai notar que muita gente realmente acredita que desengatar ou “colocar em ponto morto” o carro em descidas economiza combustível, porém isso não é verdade. Além de ser perigoso desacoplar a marcha, pois por o câmbio do carro em “ponto morto”/neutro perde-se o freio de motor, a redução de consumo simplesmente não acontece porque o motor continua ligado de qualquer forma e consumindo combustível. E os carros já são preparados para trabalhar consumindo menos nas descidas, por isso deixar desengatar a marcha ou deixar engatada no fim das contas dá no mesmo em relação ao consumo de combustível;
  • troque as marchas na hora certa: saber a hora certa de mudar a marcha é essencial para economia de combustível. Se o seu carro não tem um indicador de troca de marchas, você encontra a relação de marchas ideais para cada velocidade ou rotação no manual do próprio veículo;
  • farol de neblina ligado sem necessidade gasta mais combustível: infelizmente muita gente ainda não sabe que farol de neblina, que são aqueles que ficam logo abaixo dos faróis comuns e mais perto do chão, devem ser utilizados SOMENTE quando há neblina, por isso o nome deles é “farol de neblina”. O problema é que algumas pessoas acham bonito andar com os faróis de neblina ligados o tempo todo ou a noite, mesmo quando não há nenhuma neblina. Além dessa atitude ser proibida porque ofusca a visão dos demais motoristas quando em condições meteorológicas normais, ela também faz com que o consumo do seu carro seja maior, pois é um componente elétrico a mais ligado e que vai precisar de energia para funcionar, e num carro toda energia dissipada precisa ser gerada pelo motor primeiro;
  • evitar congestionamento quando possível: nas grandes cidades está cada vez mais difícil fugir dos congestionamentos, mas sempre que possível é aconselhável você pegar um caminho mais longo, porém não congestionado. É vantajoso pegar uma rota mais longa porque o carro parado no congestionamento gasta muito combustível, principalmente no “anda e para”, e ainda mais se for um dia quente e você estiver com o ar-condicionado ligado. E se a rota alternativa estiver livre, porém ser mais longa, você acaba economizando combustível porque poderá usar a “velocidade de cruzeiro” a seu favor, que nada mais é que manter uma velocidade constante para evitar acelerações/desacelerações e trocas de marchas sem necessidade.

Fase 3: manutenção

Tão importante quanto as atenções ao modo de condução, as manutenções periódicas e os cuidados básicos com seu carro podem lhe render uma boa economia também. Confira as dicas:

  • pneus corretamente calibrados: esse é “o básico do básico” para a manutenção de veículo. Mantenha sempre a calibração dos pneus em dia, seguindo o indicado no manual do veículo e você vai evitar um consumo desnecessário de combustível que acontece em carros com pneus “murchos” onde o motor precisa trabalhar mais para compensar a força de atrito excessiva que o pneu descalibrado está sofrendo do asfalto. É interessante conferir a calibragem de todos os pneus a cada abastecimento ou ao menos 1 vez por semana;
  • a hora do abastecimento: essa é a hora que todo motorista teme, ver o preço subindo rapidamente na bomba e o tanque enchendo a conta gotas. Mas você sabia que tem um horário melhor para abastecer o carro? No caso da gasolina, se você for ao posto abastecer nas primeiras horas da manhã, quando o chão está mais frio e consequentemente o tanque do posto também, as moléculas do combustível estarão menos “agitadas” e a quantidade de combustível que vai entrar no tanque do seu carro será um pouco maior porque a gasolina estará mais densa, e como você paga por litro, vai receber mais por menos. Já em horários onde o dia fica mais quente, uma parte da gasolina, que é uma substância volátil, vai se transformar em gás quando o tanque for aberto e quando estiver abastecendo;
  • manutenção não significa apenas troca de óleo: todo carro possui um plano de manutenções previstas pela montadora. É vital para economia de combustível e também para sua segurança, fazer todas as manutenções e manter seu carro em dia. Peças desgastadas demais e sujas precisam ser limpas ou substituídas, pois podem gerar um consumo excessivo de combustível. A troca de óleo é um dos itens mais importantes para a “saúde” do motor do carro, porém também é necessário estar atento a peças de desgaste como velas, filtros e pneus. Um filtro de ar-condicionado muito sujo, por exemplo, além de fazer mal para a saúde dos ocupantes pode fazer com que o compressor do ar condicionado precise trabalhar muito mais;
  • alinhamento e balanceamento: alinhar a direção do carro e balancear os pneus pode também gerar economia para você. Um carro desalinhado pode provocar desgaste prematuro dos pneus e aumento do consumo de combustível;

Aplicativos que podem ajudar a economizar combustível

Para quem gosta de tecnologia também existem vários apps que pode auxiliar na economia de combustível. Veja alguns recomendados a seguir:

  • Gazo: este é um app que está disponível para baixar gratuitamente no Android e Iphone e funciona em conjunto com o GPS do seu dispositivo pesquisando os preços dos combustíveis em postos próximos a sua localização;
  • Gasoleta: aplicativo disponível para Android que calcula a vantagem de usar Etanol ou Gasolina em carros Flex. A vantagem dele frente aos centenas de outros apps similares é que seu cálculo considera o consumo do veículo que você tem, oferecendo assim um resultado bem mais preciso;
  • Waze: aplicativo disponível para diversas plataformas de dispositivos móveis. Ele funciona de forma colaborativa indicando locais com maior congestionamento e sugerindo rotas alternativas. Além disso ele também mostra preços de combustíveis nos postos mais próximos à sua localização;
  • Carango: app disponível para Android que gerencia diversas informações do seu carro, como manutenções, consumo de combustível, gastos com seguro e peças etc.

Enfim, como você viu, a forma de condução do veículo, somada a um carro energeticamente eficiente e a manutenções regulares, é a combinação perfeita para economia de combustível.

Como vivemos em um país conturbado, onde as políticas públicas são comandadas por interesses comerciais e pessoais, que acabam prejudicando nossa economia como um todo e também a entrada de novas tecnologias de veículos mais modernos e eficientes com combustíveis renováveis.

Então, o jeito é seguir estas dicas de economia de combustível e contar com a ajuda de aplicativos para saber como e quanto está gastando quando dirige seu carro.

Leia também:

Assinar
Notificação
58 Comentários
novos
antigos mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
PegaDesconto
Left Menu Icon