Blog

Dicas para importar da China com desconto e frete grátis

Aprenda como importar da China com desconto e obter frete grátis sem pagar impostos ou ser taxado no Brasil, em sites como Aliexpress e Gearbest.


Existem hoje centenas de lojas internacionais com frete grátis para você importar da China, que enviam todo tipo de produto para o mundo inteiro sem cobrar pelo frete. A quantidade de opções para comprar online direto dos fabricantes chineses é enorme, e assim os preços ficam cada vez mais baixos por causa da acirrada concorrência por lá, melhor para nós aqui no Brasil.

como-importar-da-china-com-descontoNo entanto, ainda é preciso ter muito cuidado com as compras feitas através de sites de vendem direto da China, pois este processo representa uma importação e sendo assim podem ser aplicadas taxas referente aos impostos devidos quando sua encomenda chega para inspeção da Receita Federal.

O frete grátis para todo o mundo, aliado a um preço muito baixo mesmo com o dólar super valorizado frente ao Real, ainda torna as compras de importação pela internet muito atrativas para consumidores e empresários. É a expressão “negócio da China” levada a sério!

Dessa forma, as compras em sites chineses que entregam com frete grátis no Brasil, como Aliexpress, Gearbest, Deal Extreme, Bang GoodTomTop e outros, tem se tornado muito popular entre os brasileiros, principalmente em tempos de recessão econômica onde qualquer economia é muito bem-vinda.

Mas mesmo com essa popularidade, tenho percebido que muitos leitores aqui do Blog do PegaDesconto ainda tem dúvidas sobre comprar produtos da China como pessoa física, então resolvi criar este post com algumas dicas, assim como fiz no meu último artigo relacionado.

Quais precauções devem ser tomadas ao comprar de sites do exterior?

Se você costuma comprar online sabe que deve seguir algumas regras básicas para evitar dores de cabeça. Tanto em compras online em lojas virtuais no Brasil, quanto da China ou qualquer outro país, problemas podem acontecer.

Porém, para compras em sites do exterior você deve redobrar a atenção e verificar antes a qualificação da loja e idoneidade, pois não é possível acionar o Procon para fazer valer seus direitos de consumidor em problemas com compras internacionais.

Na falta da proteção dos seus direitos enquanto consumidor de lojas virtuais no exterior, existem outras alternativas que são bastante eficientes para você se proteger de eventuais transtornos, confira:

  1. sempre compre utilizando um gateway de pagamento seguro, como o Paypal ou Ebanx, que lhe permita abrir um processo de disputa em caso de produtos com defeitos, extraviados, ou o não recebimento da encomenda. Sem contar que assim você evita informar o número do seu cartão de crédito em sites de terceiros que podem não contar com toda a segurança oferecida pelo Paypal;
  2. procure comprar somente nos sites mais conceituados, que citei no início deste post, como o Aliexpress, Gearbest, Deal Extreme etc. Na Aliexpress, por exemplo, por ser um site de vendas similar ao Mercado Livre, onde qualquer pessoa pode vender seus produtos, há um serviço de proteção ao comprador, que devolve o dinheiro integralmente caso você não receba o que comprou;
  3. observe cuidadosamente a descrição do produto que vai comprar. Predominantemente tudo está escrito em inglês, porém lembre-se de que esta não é a língua nativa do vendedor e nem a sua, então erros de ortografia podem confundir;
  4. na dúvida, não compre! É muito difícil efetuar uma troca de produtos comprados a partir de sites chineses, pois como pode imaginar, a logística é complicada e demorada;
  5. se o produto chegar com defeito, não jogue fora! A maioria dos vendedores e sites como Gearbest, por exemplo, te pedem para enviar um vídeo ou fotos do produto defeituoso afim de confirmar o problema e enviar um novo sem custo adicional. Muitas vezes sai mais barato para eles enviar outro produto sem receber de volta o defeituoso, justamente por causa da logística envolvida.

Por fim, mas não menos importante! Evite comprar réplicas e falsificações de produtos de marcas famosas. Porque o produto vai ser sempre de qualidade inferior, e você também estará cometendo um crime.

Além disso, se a Receita Federal identificar a falsificação, isso pode trazer problemas mais sérios para você, e além de perder o dinheiro que pagou e ter os produtos apreendidos, você ainda poderá responder por isso na justiça.

Como funciona o frete de produtos importados da China para o Brasil?

No início do post eu escrevi que os e-commerce chineses costumam oferecer “frete grátis para todo o mundo”, e é verdade. A maioria envia os pedidos sem qualquer custo para o comprador, inclusive para quem comprar no Brasil.

O único problema é o que o método de envio gratuito não possui código de rastreamento, como o próprio termo diz, nem seguro para sua encomenda.

Nas chinesas os métodos de envio disponíveis geralmente são:

  • Unregistered Air Mail: o método de envio gratuito para todo o mundo. Use apenas para compras de valor mais baixo, mas mesmo assim sempre compre a opção de seguro para esta modalidade, para isso basta adicionar o Shipping Insurance se estiver disponível na loja;
  • Registered Air Mail: este é o meio de envio mais seguro, pois possui um registro para você acompanhar pela internet que te permite saber onde está sua encomenda. Não esqueça de adicionar aqui também o Shipping Insurance, só para garantir.

Em sites maiores como o Aliexpress, dependendo do produto que vai adquirir, várias opções de frete são disponibilizadas. As mais simples e baratas, mas também mais demoradas, são o “China Post Registered Air Mail” e o “Aliexpress Shipping” que aparece em alguns produtos.

Opções de frete no fechamento de pedidos no Aliexpress

Além de não possuir código de rastreio, o que pode gerar uma enorme angústia para você, os envios com frete grátis costumam demorar muito, em torno de 30 até 50 dias, senão mais. E também há a possibilidade de extravio ou roubo, pois como não é rastreado, ninguém vai saber onde sua encomenda foi parar.

Então, recomendo que prefira pagar um pouco mais por um frete mais rápido, geralmente nem é tão caro assim, e evitar perder tudo o que pagou.

Para as opções de frete como EMS, Fedex, UPS, DHL e outras que são mais ágeis, a possibilidade de você ser taxado pela receita federal é quase 100%. Mas são os únicos métodos de transporte que você tem a garantia de que vai receber o produto.

Quais são as formas de pagamento aceitas?

Todos os sites chineses citados aceitam pagamento através de cartão de crédito internacional, que pode ser o seu cartão de crédito comum, só que precisa habilitar para uso no exterior. Isso é algo que você pode fazer em poucos segundos através do site do seu banco ou em um caixa eletrônico.

Além do cartão de crédito, a maioria dos sites para importar da China também aceitam o Paypal ou Ebanx, que considero os métodos mais seguros e devem ser os preferidos.

Pagando compras internacionais com boleto ou cartão pré-pago

Com o meio de pagamento EBANX, além do tradicional pagamento com cartão de crédito internacional e até nacional, você também poderá pagar com boleto bancário, o que facilita muito a vida de quem não tem cartão de crédito ou simplesmente não quer utilizar o seu na internet.

O Ebanx está disponível ainda em poucos sites, como o Aliexpress e o Gearbest, mas expandindo.

Exemplo do Ebanx Dollar Card, o cartão virtual pré-pago para compras internacionais.

Por fim, o Ebanx também traz a opção de “cartão de crédito internacional virtual pré-pago” ou Ebanx Dollar Card, que você pode obter por apenas $4,99 por ano.

Com este cartão você tem a oportunidade de carregar com créditos usando boleto como meio de pagamento e o melhor de tudo: pode “congelar” a cotação do dólar quando tiver a oportunidade de um dia de baixa da moeda norte-americana.

Como importar da China sem pagar imposto?

Não existe nenhum meio 100% certo ou legal de evitar a taxação alfandegária, que em tese deveria ser aplicada a todos os produtos importados, mesmo que por pessoas físicas, exceto em alguns casos específicos de produtos como livros, CD’s ou DVD’s, de até $50, enviados de pessoa física para pessoa física.

No entanto, como o volume de compras internacionais é enorme, não há fiscais nem recursos tecnológicos suficientes no Brasil para dar conta da demanda atualmente, e dessa forma algumas coisas costumam “passar” pelos fiscais e não são taxadas (não tem seus impostos federais ou estaduais cobrados).

Geralmente, itens de pouco valor e volume costumam ser liberados pela alfândega sem a cobrança dos impostos, e assim são encaminhados para que os Correios façam a entrega da encomenda no endereço do comprador.

Portanto, tudo que você comprar do exterior é considerado um produto importado e está sujeito a famosa “taxação”, que nada mais é do que a cobrança dos impostos federais e estaduais de acordo com o valor da mercadoria identificada pela fiscalização brasileira e/ou declarada formalmente pelo remetente. Porém, a dica é comprar produtos em pouca quantidade, de pessoas físicas, através de sites como o Aliexpress.

Agora, aproveite para comentar aqui no post sobre suas experiências de compras em sites chineses e também dar algumas dicas para os demais.


Atualizado em 24-03-2017 T 9:36:23+00:00.
Moisés

Autor: Moisés B.

Administração do PegaDesconto

Comentários

Comente...

Notificação
Edson
Nível 7

prefiro comprar coisa aqui mesmo ou comprar de alguém que recebe esses produtos mesmo pagando um pouco a mais

MARCO ANTONIO
Nível 6

CORREIO DEMORA DE TRÊS A QUATRO MESES PARA ENTREGAR. NA CHINA ELES ENVIAM EM DOIS A TRÊS DIAS APÓS O PAGAMENTO CONFIRMADO.

MARCO ANTONIO
Nível 6

EXCELENTE O CONTEÚDO DO POST. MUITO EDUCATIVO E PERMITE COMPRAS MAIS SEGURAS. EU COMPRO UMA DUAS A TRÊS VEZES POR ANO NO LIGHT IN THE BOX QUE É DO GRUPO ALIEXPRESS. O ÚNICO PROBLEMA SÃO OS CORREIOS DO BRASIL, MESMO APÓS A LIBERAÇÃO DA ALFANDEGA ….

Meg
Nível 11

Ótimas dicas, e os preços são sempre bem atraentes…

ViniSantana
Nível 1

Pelo visto dá certo comprar no exterior! Vou tentar! :D

wpDiscuz

Compartilhar
Toque para entrar ou cadastrar