Recheado de novidades e contando com melhorias importantes de performance, a versão 14 do Parallels Desktop já está disponível. O famoso software de virtualização agora conta com suporte ao macOS Mojave e versões mais recentes do Windows 10, um gerenciamento melhorado dos discos, suporte a webcams 4K e compatibilidade com programas dependentes de GPUs (Windows 10), entre outras novidades.

Como podemos ver, temos um número considerável de atualizações. Vamos explorar cada uma delas com mais detalhes nas próximas linhas.

Otimização do processamento gráfico

O Parallels Desktop 14 vem com melhorias na alocação de memória de vídeo, além de ser compatível com o OpenGL. Isso significa que problemas de compatibilidade de alguns programas foram resolvidos em relação ao Parallels Desktop 13.

O novo Parallels 14 permite utilizar vários outros sistemas operacionais ao mesmo tempo como Windows e Linux. Imagem: reprodução.

É o caso de programas como o SketchUp 2018 e do OriginLab, citados pela própria Parallels. Ou seja, esses programas ficarão muito mais rápidos, já que são fortemente dependentes do desempenho da placa de vídeo.

Economia do espaço em disco

Máquinas virtuais ocupam um considerável espaço de disco, o que é esperado. Afinal, são sistemas operacionais completos rodando como programas. Nesta nova versão esse problema é minimizado através de diversas técnicas, como remoção automática de snapshots antigos, arquivos temporários e cache inutilizada.

Segundo a empresa, o Parallels Desktop 14 consegue economizar até 20 GB em cada máquina virtual. Além disso, conta com uma espécie de “desfragmentação de disco” para as máquinas virtuais. Ou seja, rearranja os arquivos para tornar os sistemas mais responsivos, um benefício considerável em discos rígidos.

Isso sem mencionar uma melhoria geral no algoritmo de instalação, permitindo que ela fique entre 20 e 30% menor. Arquivos não essenciais, como documentação online, são removidos para economizar espaço logo no primeiro boot.

Suporte ao macOS Mojave

O suporte para a versão mais recente do macOS é completa no Parallels Desktop 14, tnato como host quanto como guest. Assim como a nova ferramenta de screenshot (e edição), modo noturno e câmera de continuidade do iOS.

Caso decida continuar com a versão 13, a Parallels também habilitou o suporte ao Mojave como guest.

Windows Apps e Microsoft Ink

Os usuários com o Macbook Pro com Touch Bar contam com um benefício extra: suporte a diversos novos programas. É o caso do AutoCAD, OneNote, QuickBooks, Quicken, Revit, SketchUp, Visio e Visual Studio.

Programas não oficialmente suportados contam com uma versão melhorada do Touch Bar Wizard. Através de um arquivo XML, é possível criar layouts completamente customizados para os programas do Windows, inclusive suportando drag and drop.

Outro ponto é a melhoria do suporte ao Microsoft Ink, consideravelmente melhorado em relação à versão 12. O Parallels Desktop 14 suporta diferentes níveis de pressão e também aos trackpads com Force Touch. Suporte inclusive estendido ao Office 2019, que suportará esses recursos também de forma nativa.

Melhorias de desempenho e correção de bugs

Naturalmente, como qualquer nova versão, temos melhorias gerais, polimentos aqui e ali e correção de bugs. No quesito desempenho há uma boa novidade para os usuários do Mac iPro: suporte ao conjunto de instruções AVX512. O que isso significa, na prática? Nada menos do que 2 vezes mais desempenho em processamento de áudio, emulação e processamento de inteligência artificial.

Executando outras versões do sistema macOS em conjunto. Imagem: reprodução.

Essas melhorias não são restritas ao iMac Pro (assim como no futuro Mac Pro). Otimizações e correções resultam em melhorias entre 30 e 80% em relação à geração anterior, segundo a própria Parallels.

Requisitos de sistema e preços

O Parallels Desktop 14 é compatível com Macs que tenham pelo menos o processador Intel Core 2 Duo, 4 GB de memória RAM (8 GB é o recomendado), 600 MB de instalação e 16 GB para rodar o sistema operacional (caso do Windows 10). Em relação à versão do sistema, as versões suportadas são: macOS 10.14 Mojave, macOS 10.13.6 High Sierra, macOS 10.12.6 Sierra, OS X 10.11.6 El Capitan.

Já é possível adquirir a nova versão no Brasil, que mantém seus preços em dólar americano:

    • Atualização: US$ 49,99;
    • Parallels Desktop Standard (versão para uso doméstico e para estudantes): US$ 79,99;
    • Parallels Desktop Pro Edition (para Desenvolvedores, Testadores e Usuários avançados): US$ 99,99/ano;
    • Parallels Desktop Business Edition (para uso em ambientes de trabalho): US$ 99,99/ano.

A versão Standard possui as limitações de 4 CPUs virtuais e 8 GB de memória RAM por máquina virtual, ausentes nas outras versões:

Tabela comparativa de recursos das versões do Parallels 14. Fonte: Parallels Brasil.

O que achou das novidades do Parallels Desktop 14? Já usa a versão anterior do programa? Conte para nós nos comentários!

Fonte: Parallels

Leia também:

Assinar
Notificação
32 Comentários
novos
antigos mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
PegaDesconto
Left Menu Icon